«O Gigante Egoísta» junta jovens da Hungria, Alemanha e Portugal em São Brás de Alportel

A Associação JNC e a equipe IN DANCE de São Brás de Alportel conseguiram o aporte financeiro do fundo europeu Erasmus para trazer uma seleção de pessoas com idades entre os 13 e 30 anos provenientes da Hungria, Alemanha e Portugal a fim de realizar, o que será inédito para muitos, uma produção teatral do conto «O Gigante Egoísta», de Oscar Wilde.

O evento será realizado no Cinetratro, Avenida da Liberdade, em São Brás de Alportel, na noite de sábado, dia 19 de agosto às 20h00.

Os participantes integram os seguintes grupos: 11 pertencem à Associação Never Give Up de Budapeste e oito ao Centro Francês de Berlim.

Todos são oriundos de meios sociais desfavorecidos ou apresentam deficiências pessoais ou necessidades especiais.

Segundo a organização, foram cuidadosamente selecionados de acordo com suas habilidades específicas e desde o início de agosto que estão a realizar ensaios e a preparar este espetáculo.

A viagem oferece ainda uma oportunidade a estes jovens húngaros e alemães de aprender sobre a cultura e a vida em Portugal.

Os bilhetes estão à venda na Associação JNC, Rua dos Bombeiros Voluntários. Lote I r/c B, em São Brás de Alportel e também no Cine-Teatro Sambrasense.

Categorias
Cultura


Relacionado com:

  • A Raça Bovina Algarvia: mito ou realidade?

    Quem no Algarve viveu da agricultura antes dos anos 1970, lembra-se certamente de bovinos característicos da região, utilizados para trabalho e carne, e até leite para populações locais. Poderá...
  • Cinefilia

    Não haverá, porventura, ninguém que num dado momento da sua vida não tenha sonhado com o mundo do cinema, fazer parte do mesmo! No que, pessoalmente, me toca, a...
  • Joaquim

    Hoje, o céu está maior. Mais uma estrela brilha por lá. Partiu sereno, tranquilo e com a dignidade com que sempre viveu. Desde muito novo, imaginou e criou. Viu...
  • Turismo: um modelo à procura da centralização?

    A pergunta é legítima e tem plena razão de ser. Nos últimos anos, Lisboa procurou encontrar no turismo uma espécie de galinha dos ovos d’ouro, algo que, com muito...