Lagos assinala as Jornadas Europeias do Património sob o lema «Pessoas, lugares, histórias»

As Jornadas Europeias do Património, este ano dedicadas ao tema «Património e Natureza», vão decorrer em Lagos entre os dias 22 e 30 de setembro.

Este ano, em Lagos, as comemorações das Jornadas Europeias do Património (JEP 2017), decorrem nos últimos dois fins de semana de setembro, unindo-se com as comemorações do Dia Mundial do Turismo (27 de setembro), e integram uma multiplicidade de oportunidades culturais.

Grande parte dos países do Conselho da Europa, alinhados com os propósitos da Convenção de Faro sobre o valor do património cultural para a sociedade e com a Comissão Europeia, resolveram enfatizar, em 2017, «a importância da relação entre as pessoas, as comunidades, os lugares e a sua História, mostrando como o património e a natureza se cruzam nas suas diferentes expressões – mais urbanas ou mais rurais – e para a necessidade de preservar e valorizar esta relação, fundamental para a qualidade da vida, para a qualificação do território e para o reforço de identidades».

Acima de tudo, a consciência de que tudo o que possamos ou não fazer pela natureza pode comprometer positiva ou negativamente o património natural, em primeira linha, mas também o património construído, fabricado, produzido pelo Homem.

As Jornadas Europeias do Património, este ano dedicadas ao tema «Património e Natureza», vão decorrer em Lagos entre os dias 22 e 30 de setembro, unindo-se com as comemorações do Dia Mundial do Turismo (assinalado a 27 de setembro), e para assinalar estas iniciativas, a autarquia preparou um diversificado programa de atividades que não vai querer perder.

Nos dias 22, 23, 24 (dias das Jornadas Europeias do Património propriamente ditas) e 27 de setembro (Dia Mundial do Turismo) pode entrar em qualquer espaço museológico sem pagar, podendo fruir a história de Lagos, conhecer mais de perto as atividades tradicionais, intimamente relacionadas com os recursos naturais, e inclusivamente apreciar a maravilhosa paisagem natural que uma subida ao terraço do Forte Ponta da Bandeira ou um percurso ao longo da costa oferece aos olhos, mas também aos restantes sentidos. Nos dias 26 e 28 os interessados podem inscrever-se em visitas temáticas à Igreja de Santo António ou conhecer a vila de Lagos no tempo do Infante D. Henrique.

No dia 29 de setembro a Igreja de Santo António voltará a ser palco de uma noite memorável com o Duo Tágide constituído pela Soprano Inês Simões e pelo Pianista Daniel Godinho, que trazem a este ex-libris um repertório de compositores contemporâneos dos séculos XIX e XX. No serão do dia 30 terá novamente oportunidade de, na Igreja de Santo António, assistir a mais um concerto do ciclo de música antiga «Barroco em Talha Dourada», fruto de uma parceria entre o município e a Academia de Música de Lagos. A não perder.

Programa

• Dias 22, 23, 24 e 27
Dia Aberto nos Espaços Museológicos
Entrada gratuita
Locais: Museu Municipal/Igreja de Santo António, Fortaleza Ponta da Bandeira e Mercado de Escravos: 10h-13h / 14h-18h | Armazém do Espingardeiro: 10h-13h (só 22 e 23).

• Dia 26 – 10h30
Visita orientada à Igreja de Santo António
Inscrições gratuitas (mas obrigatórias e limitadas para: [email protected] ou 282 762 301 – fornecendo nome e número de telefone).

• Dia 28 – 10h30
Lagos na Rota da Escravatura
Dar a conhecer, num percurso entre o Mercado de Escravos, a Frente Ribeirinha e a Vila Adentro, a vila de Lagos no tempo do Infante D. Henrique.
Inscrições gratuitas (mas obrigatórias e limitadas para: [email protected] ou 961 864 708 – fornecendo nome e nº de telefone).

• Dia 29 – 21h30
Concerto Duo Tágide
Local: Igreja de Santo António
Entrada gratuita (condicionada ao número de lugares sentados da Igreja / 80).
A voz da Soprano Inês Simões une-se ao piano tocado por Daniel Godinho, num repertório de compositores contemporâneos dos séculos XIX e XX, como Jesús Guridi, Pedro Blanco, Eurico Carrapatoso e Frederico Freitas.

• Dia 30 – 21h30
Concerto «Barroco em Talha Dourada», pela Academia de Música de Lagos
Local: Igreja de Santo António
Entrada gratuita (condicionada ao número de lugares sentados da Igreja / 80).
Algarve Camerata – Concertos Brandeburgueses de Bach.

Categorias
Cultura


Relacionado com: