Lagoa prepara «Mercado à Luz das velas» sob o signo da seda

O cartaz musical alinhará Lu Yanan e Nanyin (China), Yaran Ensemble (Irão), Raul Sengupta (Índia), Emilio Villalba (Espanha) e Al-Bashirah (Síria, Turquia e Egito).

O acendimento diário de milhares de velas, com as quais serão desenhados os símbolos das diferentes culturas e religiões da velha Rota da Seda, um dos grandes percursos comerciais da História da humanidade, é o atrativo da quarta edição do «Mercado de Culturas… à Luz das Velas», de 6 a 9 de julho, no Convento de São José, em Lagoa e ruas circundantes, constituindo um espetáculo de enorme beleza visual.

Este ano, a organização a cargo da Câmara Municipal de Lagoa vai contar com a presença de mais de 50 artesãos internacionais, que ao longo de quatro dias, irão divulgar as suas tradições, sabores e artes. Este evento cultural, de características únicas em Portugal, terá patente, todos os dias, entre as 19h00 e as 1h00, no Convento de São José, três exposições de fotografia – «Novo aspeto da Rota da Seda – China» da Embaixada da China; «Síria, Egito e Jordânia» de Pedro Barros e «Retratos do Oriente» de Robson.

Está também prevista uma exposição de instrumentos tradicionais da China. O cartaz musical alinhará Lu Yanan e Nanyin (China), Yaran Ensemble (Irão), Raul Sengupta (Índia), Emilio Villalba (Espanha) e Al-Bashirah (Síria, Turquia e Egito). Um dos pontos altos será a atuação nas ruas de Lagoa, de um dragão e um leão chinês. O público poderá ainda participar nas oficinas de danças tradicionais da Pérsia e da Arménia, visitar o jardim e espaço de terapias Zen, a exposição de árvores Bonsai e o restaurante de fusão de sabores orientais. Haverá uma oficina para crianças com meditação e narração de estórias.

O município de Lagoa decidiu alargar área de animação, destacando-se a criação de uma zona chill out com o Dj Charlie Spot que irá apresentar o set Silk Road Night Sessions. A entrada é livre.

Categorias
Cultura


Relacionado com: