José Estêvão Cruz apresenta «A Misteriosa Sovieta Ulianova»

O escritor e ex-deputado José Estêvão Cruz apresenta na quinta-feira, dia 11 de Janeiro de 2018, às 18 horas, na Biblioteca Municipal Vicente Campinas, em Vila Real de Santo António, o romance «A Misteriosa Sovieta Ulianova», com produção da Viprensa, empresa editora do Jornal do Algarve.

O livro fica, na mesma data, disponível em formato digital nas lojas Amazon.com, ao lado da restante obra do autor com excepção do livro de contos «Marés Travessas» disponível na Escrytos da Leya.

«A globalização avança. Um amor nascido indestrutível vacila sob a influência de uma estranha com misterioso poder. Pedro, quadro superior na Banca, é nomeado para dirigir uma sucursal bancária em Moscovo. Como colaboradora principal, é-lhe apresentada uma cidadã russa, Sovieta Ulianova. Para espanto de Pedro, é a mesma mulher que trabalhava no serviço de mesa do navio no cruzeiro turístico onde viajara, 10 anos antes. Amélia, a mulher de Pedro, pequena empresária do sector imobiliário no Algarve, recebe uma chamada inesperada. Pedro anuncia-lhe que não voltará para casa como se a deixasse para sempre. Descobrir a razão porque foi abandonada é o propósito de Amélia. Saber se pode ter Sovieta é o intuito de Pedro. Ela esconde um estranho poder», lê-se na sinopse.

José Estêvão Cruz nasceu a 20 de Julho de 1947 em Vila Real de Santo António. Foi bancário de profissão e músico. Colaborou em órgãos de informação locais, regionais e nacionais, tendo dirigido a Redacção do Jornal do Algarve. Foi galardoado com o 1º prémio de jornalismo da Região de Turismo do Algarve, ex-aequo. Desempenhou vários cargos políticos no poder local e regional, foi deputado na Assembleia da República.
Orientou a antologia de poesia popular «Outonos Inquietos», a monografia de Monte Gor¬do, desenhando o Azul do Mar, da autoria de Luís Viegas, e o livro «História da Náutica de Recreio no Rio Guadiana», em parceria. Participa nos Movimentos «Poetas do Guadia¬na» e Palavra Ibérica.

OBRAS ANTERIORES

«A Flôr e a Arma Flôr», Teatro infantil, 1975
«Sol e Sal», romance, 1996
«Neurónios Flutuantes», poesia, 1999
«Brumas de Barra», poesia, 2011
«Marés Travessas», conto, 2013
«Xá e Luís na circunstância», romance, 2014
«Águas Vivas de Levante, Livro Primeiro», romance, 2015
«Multiversos», poesia, 2016

Categorias
Cultura


Relacionado com: