• «Linchamento»

    Quando José Sócrates se encontrava no auge do seu poder enquanto primeiro-ministro e havia quem, em venerando livro, o classificasse de «Menino de Ouro», escrevíamos um pequeno artigo de opinião em que, ao invés, o acabávamos por designar de «Menino de Plástico». Ou seja, nunca nutrimos qualquer simpatia política...
  • Governo local e sustentabilidade turística: um passo em Aljezur

    2017. Ano internacional para o desenvolvimento turístico sustentável. Assim proclamado pela Organização Mundial do Turismo. O tema ganha acuidade. Barcelona, Maiorca, Berlim impõem limites e quotas a novos licenciamentos turísticos para salvaguardar objetivos habitacionais e de qualidade de vida dos residentes. Outros destinos turísticos seguirão o exemplo. Protestos, movimentos...
  • Igrejas sem Alma

    Já começa a transformar-se num déjà vue rotineiro e caricato os episódios ocorridos nas igrejas da nossa terra. A última situação que teve lugar na Igreja do Carmo, em Faro, copia a papel químico o que se passou há uns meses atrás na Igreja Matriz de Olhão e há...
  • O Sentido do Voto

    Sendo o voto secreto, apenas cada eleitor saberá das razões porque votou neste ou naquele candidato nas acabadas de realizar eleições autárquicas, pelo que qualquer pretensão em adivinhar-se essas razões não passará dum mero exercício de especulação. Posto isto, seja permitido a este modesto escriba, especular, então, um pouco...
  • «Super-Homens»!…

    Sendo as sociedades atuais cada vez mais complexas no respeitante à sua organização, presume-se que quem seja responsável por essa mesma organização, no caso os deputados, tenham imenso trabalho, auscultando os problemas e aspirações dos diversos sectores da população, estudando e discutindo entre si as melhores soluções para os...
  • As eleições autárquicas em Olhão

    Não sou politólogo, nem muito menos faço parte daqueles que têm sempre uma opinião sobre tudo e sobre todos. Nasci antes de 25 de Abril de 1974. Vivi, junto dos meus pais e um grupo de amigos, o período revolucionário. Lembro-me do chamado «verão quente de 75»! Criei a...
  • Um algarvio ilustre desconhecido na Primeira República

    Quando ouvimos falar em algarvios na Primeira República, o nosso inconsciente recorda-nos de imediato dois nomes: Manuel Teixeira Gomes e Mendes Cabeçadas. Estes são, efetivamente, os dois protagonistas principais nascidos na região, mas há um quase desconhecido que também merece uma atenção especial. É ele o lacobrigente João Bonança....
  • 107 anos depois de implementada a República, ainda existe o Reino do Algarve?

    Comemora-se hoje 107 anos da implantação da República em Portugal. Quando da proclamação nas varandas da Câmara Municipal de Lisboa nessa manhã de Outono, foi lido um manifesto que ficou para a História com o título de Auto de Proclamação da Republica Portuguesa. Nele apenas se faz a referência...
  • Abstencionismo

    Para os «profissionais» da política (que, naturalmente, nada têm a ver com aqueles que fazem da política um desinteressado exercício cívico, em prol da comunidade), o que lhes interessará mais não será do que a conquista do poder pelo poder, que lhes permita direta ou indiretamente «proveitos» vários ou,...
  • Estamos ligados ao oceano!

    O consenso acerca da necessidade de proteção da saúde ambiental dos oceanos já é uma realidade de âmbito mundial, dada a ameaça eminente de danos irreversíveis nos ecossistemas. Esta problemática não é alheia à Águas do Algarve, empresa responsável na região por duas áreas fundamentais à saúde e ao...
  • Em Defesa de Olhão e dos Olhanenses

    A propósito de um artigo de opinião de Filipe Monteiro (arquiteto) sob o título «Olhão, o jardim e a frente da Ria», publicado no jornal Barlavento, edição nº2074 de 7 de setembro. Inicia o seu texto com uma citação de Eurípedes: «Há uma espécie de pobreza espiritual na riqueza...
  • Plataforma Algarve Livre de Petróleo (PALP) responde a Alexandre Guedes da Silva

    No passado mês de agosto foi publicada no jornal «barlavento» uma entrevista ao engenheiro naval Alexandre Guedes da Silva, que se assume «como um algarvio a favor da prospeção e da exploração de hidrocarbonetos (gás e petróleo) ao largo da região». Lamentavelmente, encontramos nas respostas do entrevistado muitos argumentos...