• O momento decisivo segundo João Ribeiro

    O fotógrafo João Ribeiro acaba de lançar um excelente livro, «Street Photography», editado pela AlmaLusa. Folheámos um exemplar, gostámos do que vimos e decidimos conversar com o autor, tentando saber mais da sua vida, da sua obra e dos seus projetos. Este jovem «algarvio» nasceu em Lisboa, há 36...
  • Angélina Maia, a artesã do cartão

    Filha de mãe francesa e pai lusitano, Angélina Maia nasceu em Nantes e aí cresceu. Acabou por casar com um português que a «rebocou» para Portugal, há 25 anos. Teve de aprender a língua de Camões, que não era falada na casa dos pais, e andou pelo norte do...
  • Richard Marques, o comandante «três em um» da proteção civil de Portimão

    Richard Marques chegou a Portimão em 2014. O jovem de 34 anos, mas de cabelo grisalho, não passou despercebido. Quem era aquele forasteiro que vinha acumular o cargo de comandante da corporação dos bombeiros voluntários com o de comandante operacional municipal e coordenador do serviço municipal de proteção civil?...
  • Ana Paula Rada, voz de Portugal mostra-se no TEMPO

    A última edição do programa «The Voice Portugal» revelou ao país uma jovem portimonense de 16 anos, Ana Paula Rada. Dona de uma voz maravilhosa, esta algarvia, filha de pais romenos, participou apenas por curiosidade, mas conseguiu chegar à final e ficar em segundo lugar no concurso. Tendo cantado...
  • «A minha razão de viver é dar alegria através da cor» diz Rosa Pereira

    Rosa Pereira nasceu no Porto, começou na pintura há 43 anos, andou pelo mundo e acabou por escolher Portimão para viver e pintar, porque lhe fornece o calor, o sol e a luz de que necessita. O seu percurso artístico soma 49 exposições individuais (incluindo duas na Casa Manuel...
  • «Os políticos de hoje são os aristocratas de ontem»

    Jorge Kalukembe é o pseudónimo de Jorge Manuel Rodrigues de Jesus, nascido em Angola há 43 anos, e vivendo, desde sempre, entre aquele país africano e Portugal, tendo-se fixado em Portimão há três anos. O nome Kalukembe foi-lhe dado pelos seus conterrâneos, durante o seu percurso em Angola, em...
  • Fernando Martins, um alfaiate portimonense ao serviço de sua majestade

    O príncipe André, filho da rainha Isabel II do Reino Unido, duque de Iorque e sexto em linha para o trono britânico, necessitou de um colete para atender uma ocasião oficial, em Portugal, há cerca de dois anos. Quem fez tão notável acessório foi um alfaiate de Portimão, Fernando...
  • Amílcar da Encarnação, o último tipógrafo portimonense

    Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades. Mas alguns obstinam-se em manter vivas as tradições. A tipografia Minerva do Comércio abriu as portas em 1926, pela mão de Luís Moutinho Júnior, na Rua 5 de Outubro, nº 45, em Portimão. E ainda se mantém em funcionamento, apesar da evolução da...
  • «Há escassez de sardinha e de mão de obra» diz Jorge Vairinhos

    «O problema não é a quota de pesca, mas a má gestão da mesma», diz Jorge Vairinhos, 60 anos, que acaba de trocar mais de quatro décadas de atividade na pesca do cerco pela pesca artesanal, com covos e redes de amalhar. «Pescar significa procurar, sem garantia de encontrar....
  • Alexandra Doros, a jovem judoca de alto nível que quer ir às Olimpíadas

    Chama-se Alexandra Doros, tem 18 anos e há 10 que trocou a sua terra natal, na Roménia, por Portimão. Aos 9 anos, a mãe decidiu inscrevê-la no programa de Férias Desportivas da Câmara Municipal. O que queria mesmo era praticar surf, mas acabou no judo. «Há uma certa semelhança...
  • Dois pontos separam jovem velejadora algarvia do pódio mundial

    Para se chegar ao campeonato mundial, é necessário classificar-se entre os cinco melhores nacionais, através da junção de resultados das provas do campeonato nacional e das provas de seleção. A atleta partiu de Portugal na terceira posição do ranking nacional. Como foi a melhor portuguesa, melhorou a sua posição....
  • Artesã dá nova vida à empreita da palma algarvia

    «Não se importa que eu vá entrelaçando aqui esta palminha enquanto falamos para lhe mostrar os diferentes pontos, pois não?», pergunta Maria João Gomes, mal se senta para iniciarmos a nossa entrevista. As suas mãos hábeis não param durante toda a conversa e nem sequer o olhar precisa de...