• Almargem questiona se aterro sanitário é «incineradora do Sotavento»

    O Aterro Sanitário do Sotavento, situado no Vale do Zebro (na zona da Cortelha), «tinha previsto, aquando da sua inauguração no ano 2000, um prazo de vida útil de 20 anos. O aumento do volume de resíduos depositados, tudo indica devido, em parte, ao inesperado e recente aumento da...
  • Reutilização de água é prioridade na nova ETAR da Companheira

    São duas grandes datas na agenda da empresa Águas do Algarve: 7 de março e 24 de junho de 2018. A primeira Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) a estar terminada será a da Companheira, em Portimão, seguindo-se a de Faro/Olhão. Aliás, a infraestrutura portimonense, em fase mais...
  • PALP submete providência cautelar

    A Plataforma Algarve Livre de Petróleo (PALP) interpôs uma providência cautelar contra o Ministério do Mar e contra a Direção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) de forma a evitar que se iniciem os trabalhos de prospecção de petróleo ao largo do Parque Natural do Sudoeste...
  • AMAL lança fórum internacional de mobilidade em maio

    Com um investimento de 25 milhões de euros no horizonte para projetos que inovem a mobilidade urbana, transportes públicos e governação digital, a Comunidade Intermunicipal do Algarve (CI-AMAL) está a organizar um fórum para dar a conhecer algumas das ofertas de serviços e equipamentos que hoje estão disponíveis no...
  • Oceanário de Lisboa estaciona em Olhão

    O Vaivém Oceanário vai estar em Olhão, no Jardim Pescador Olhanense, entre os dias 7 e 12 de março. Através do seu projeto educação ambiental em movimento, o Oceanário de Lisboa convida toda a população da região a participar, gratuitamente, em atividades lúdicas e pedagógicas que promovem o conhecimento...
  • Amanhã é dia de «abrir a pestana» com a PALP

    Amanhã, sábado, 25 de fevereiro, a Plataforma Algarve Livre de Petróleo (PALP), Stop Petróleo Vila do Bispo e Aljezur, e Tavira em Transição vão realizar ações de informação e de tomada de posição «face ao facto do governo ter considerado extintos apenas apenas dois dos nove contratos que autorizam...
  • Ameixial, o coração algarvio das caminhadas

    O objetivo é «bater o recorde de participações, mas de uma forma sustentada. Queremos ser um festival amigo do ambiente e em sintonia com a natureza. Este ano vamos eliminar o uso de plástico, minimizar a pegada ecológica através dos transportes coletivos e lançar uma campanha de reflorestação, baseada...
  • Obra na zona das Alagoas Brancas embargada pela Câmara de Lagoa

    A Câmara Municipal de Lagoa embargou a obra que decorre na zona húmida das Alagoas Brancas, em Lagoa, depois de uma inspeção no local, na terça-feira, 7 de fevereiro. Segundo fonte da autarquia em declarações ao jornal regional em língua inglesa «Algarve Resident» o embargo terá tido a ver com «falta...
  • Licença para furar em Aljezur motiva coro de protestos

    Indignação será a palavra que melhor descreve a atitude da direção da Associação Nacional de Conservação da Natureza (Quercus) que pergunta, afinal, para que serviu a petição assinada por mais de 42000 cidadãos e instituições contra a prospeção e exploração de petróleo no Algarve. «Na semana passada ficamos a...
  • Ativistas prometem retomar a luta contra a prospeção de petróleo ao largo de Aljezur

    O Movimento Algarve Livre de Petróleo (MALP) já reagiu à intenção do governo autorizar as concessionárias GALP e ENI a realizar 60 dias de operações até 2019, e fazer um furo entre os 2500 e os 3000 metros de profundidade no mar, ao largo de Aljezur. Em nota enviada...
  • Almargem contesta obras em zona húmida de Lagoa

    A associação ambientalista Almargem contesta as obras que estão a decorrer em «uma das últimas zonas húmidas que certamente estarão na origem do nome de Lagoa, situada bem perto da cidade, a sul da EN 125, está neste preciso momento a ser arrasada com o objectivo de preparar mais...
  • Ambientalistas querem legislação clara sobre a venda de animais selvagens

    Numa semana em que a venda de animais online é discutida na Assembleia da República na sequência de uma petição dinamizada pelas Associações A Garra e Amover, a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) e as associações parceiras da campanha consideram ser necessário alterar a legislação no sentido...