José Garrancho

  • Jardim 1º de Dezembro será orgulho de Portimão

    Incluída na obra está ainda o restauro da fachada do edifício adjacente, onde funcionou a Cruz Vermelha. A intervenção consiste em «conservar e restaurar azulejos e argamassas que compõem os bancos artísticos e canteiros, onde se encontram alguns azulejos que já não são os originais, de modo a manter...
  • O mais olímpico português volta a sagrar-se campeão do mundo

    Decorreram na Praia da Rocha, durante toda a passada semana, os Campeonatos do Mundo de Windsurf Masters, nas categorias de raceboard, formula e, pela primeira vez, foil. O evento proporcionou a oportunidade de conversar com o madeirense João Rodrigues, único atleta português com sete presenças consecutivas nos Jogos Olímpicos,...
  • «Não tentem achincalhar os bombeiros» diz Fernando Castelo

    Durante o último incêndio em Monchique, deparámo-nos com a «lei da rolha», que muitos dizem imposta aos bombeiros pela Autoridade Nacional de Proteção Civil. Ouvimos queixas, muitas, mas em surdina, pois ninguém falava alto. E porquê? Porque os bombeiros voluntários, neste momento, de voluntários têm muito pouco. As suas...
  • Não se perderam vidas humanas, perderam-se os frutos de vidas de trabalho

    O fogo de Monchique está controlado, embora com um ou outro reacendimento prontamente debelado pelos bombeiros ainda presentes no terreno. Os cafés e os restaurantes reabriram as portas, as pessoas voltaram aos seus hábitos antigos e tudo parece estar em ordem. Mas não está! De rosto fechado, muitas pessoas...
  • Miguel Martinho traz windsurf mundial a Portimão em setembro

    O portimonense Miguel Martinho descobriu o windsurf com 10 anos de idade, influenciado pelo seu padrinho, o falecido advogado e político Francisco Florêncio, praticante da modalidade. Hoje, aos 42 anos, quase 30 de competição, apresenta um palmarés invejável em qualquer modalidade e o maior no windsurf em Portugal: 20...
  • O momento decisivo segundo João Ribeiro

    O fotógrafo João Ribeiro acaba de lançar um excelente livro, «Street Photography», editado pela AlmaLusa. Folheámos um exemplar, gostámos do que vimos e decidimos conversar com o autor, tentando saber mais da sua vida, da sua obra e dos seus projetos. Este jovem «algarvio» nasceu em Lisboa, há 36...
  • Angélina Maia, a artesã do cartão

    Filha de mãe francesa e pai lusitano, Angélina Maia nasceu em Nantes e aí cresceu. Acabou por casar com um português que a «rebocou» para Portugal, há 25 anos. Teve de aprender a língua de Camões, que não era falada na casa dos pais, e andou pelo norte do...
  • Boa Esperança Atlético Clube Portimonense celebrou 89 primaveras

    Há coletividades que têm o condão de não envelhecer. O Boa Esperança Atlético Clube Portimonense (BEACP) consegue fazer mais: rejuvenesce-se constantemente. Até o edifício-sede, de que é proprietário, tem sido remodelado, apresentando todas as condições de segurança exigidas. Só necessita de ar condicionado. Mas vai tê-lo, dentro de meses,...
  • Salicórnia para exportação produzida na Figueira

    Quando se fala em salicórnia, um produto muito na moda no mundo da alta gastronomia, o nome desta planta selvagem remete para ambientes ribeirinhos. Está a ser cultivada a norte da povoação da Figueira, no concelho de Portimão. À frente da produção está o biólogo Ricardo Coelho, 30 anos,...
  • Richard Marques, o comandante «três em um» da proteção civil de Portimão

    Richard Marques chegou a Portimão em 2014. O jovem de 34 anos, mas de cabelo grisalho, não passou despercebido. Quem era aquele forasteiro que vinha acumular o cargo de comandante da corporação dos bombeiros voluntários com o de comandante operacional municipal e coordenador do serviço municipal de proteção civil?...
  • Ana Paula Rada, voz de Portugal mostra-se no TEMPO

    A última edição do programa «The Voice Portugal» revelou ao país uma jovem portimonense de 16 anos, Ana Paula Rada. Dona de uma voz maravilhosa, esta algarvia, filha de pais romenos, participou apenas por curiosidade, mas conseguiu chegar à final e ficar em segundo lugar no concurso. Tendo cantado...
  • Empresa de Portimão tem os mais ativos duplos de cinema do país

    David Chan Cordeiro é um portimonense de 36 anos responsável pelas cenas de lutas, atropelamentos e outras peripécias em muitas das telenovelas e filmes produzidos atualmente em Portugal. A sua empresa, «MAD Stunts» (Duplos Loucos), tem sede em Portimão e conta com vários elementos desta cidade e Monchique, embora...