José Garrancho

  • Alunos da Escola Profissional Gil Eanes reinventaram a Via Sacra

    Não eram Jesus Cristo com os 12 apóstolos, mas o fotógrafo e professor João Ribeiro com 13 alunos. Unidos, conseguiram, em apenas três meses, reconstruir a morte de Jesus, da última ceia à reencarnação, em 16 fotografias fine art, a preto e branco, com 100 por 70 centímetros de...
  • Ventania sopra em Lagos, Portimão e Sagres para celebrar a água

    Ventania não é só o vento que sopra. Também se usa para catalogar algo que mexe com a gente, muda mentalidades, nos faz pensar. Foi esta a ideia de Nelda Magalhães, do Teatro Experimental de Lagos, apadrinhada de imediato por Daniela Tomás, da Corvo e Raposa Associação Cultural, de...
  • Mónica Faísca inflamou a Fuga Rosa pela EN2

    Uma jovem mãe louletana, a residir em Lisboa, conseguiu dar vida e fazer crescer uma comunidade de mulheres ciclistas, a nível nacional, que já conta com mais de 1200 participantes e que se estende às ilhas, organizando eventos locais e regionais, aos quais chamam Fuga Rosa – Women’s Cycling...
  • Jardim 1º de Dezembro será orgulho de Portimão

    Incluída na obra está ainda o restauro da fachada do edifício adjacente, onde funcionou a Cruz Vermelha. A intervenção consiste em «conservar e restaurar azulejos e argamassas que compõem os bancos artísticos e canteiros, onde se encontram alguns azulejos que já não são os originais, de modo a manter...
  • O mais olímpico português volta a sagrar-se campeão do mundo

    Decorreram na Praia da Rocha, durante toda a passada semana, os Campeonatos do Mundo de Windsurf Masters, nas categorias de raceboard, formula e, pela primeira vez, foil. O evento proporcionou a oportunidade de conversar com o madeirense João Rodrigues, único atleta português com sete presenças consecutivas nos Jogos Olímpicos,...
  • «Não tentem achincalhar os bombeiros» diz Fernando Castelo

    Durante o último incêndio em Monchique, deparámo-nos com a «lei da rolha», que muitos dizem imposta aos bombeiros pela Autoridade Nacional de Proteção Civil. Ouvimos queixas, muitas, mas em surdina, pois ninguém falava alto. E porquê? Porque os bombeiros voluntários, neste momento, de voluntários têm muito pouco. As suas...
  • Não se perderam vidas humanas, perderam-se os frutos de vidas de trabalho

    O fogo de Monchique está controlado, embora com um ou outro reacendimento prontamente debelado pelos bombeiros ainda presentes no terreno. Os cafés e os restaurantes reabriram as portas, as pessoas voltaram aos seus hábitos antigos e tudo parece estar em ordem. Mas não está! De rosto fechado, muitas pessoas...
  • Miguel Martinho traz windsurf mundial a Portimão em setembro

    O portimonense Miguel Martinho descobriu o windsurf com 10 anos de idade, influenciado pelo seu padrinho, o falecido advogado e político Francisco Florêncio, praticante da modalidade. Hoje, aos 42 anos, quase 30 de competição, apresenta um palmarés invejável em qualquer modalidade e o maior no windsurf em Portugal: 20...
  • O momento decisivo segundo João Ribeiro

    O fotógrafo João Ribeiro acaba de lançar um excelente livro, «Street Photography», editado pela AlmaLusa. Folheámos um exemplar, gostámos do que vimos e decidimos conversar com o autor, tentando saber mais da sua vida, da sua obra e dos seus projetos. Este jovem «algarvio» nasceu em Lisboa, há 36...
  • Angélina Maia, a artesã do cartão

    Filha de mãe francesa e pai lusitano, Angélina Maia nasceu em Nantes e aí cresceu. Acabou por casar com um português que a «rebocou» para Portugal, há 25 anos. Teve de aprender a língua de Camões, que não era falada na casa dos pais, e andou pelo norte do...
  • Boa Esperança Atlético Clube Portimonense celebrou 89 primaveras

    Há coletividades que têm o condão de não envelhecer. O Boa Esperança Atlético Clube Portimonense (BEACP) consegue fazer mais: rejuvenesce-se constantemente. Até o edifício-sede, de que é proprietário, tem sido remodelado, apresentando todas as condições de segurança exigidas. Só necessita de ar condicionado. Mas vai tê-lo, dentro de meses,...
  • Salicórnia para exportação produzida na Figueira

    Quando se fala em salicórnia, um produto muito na moda no mundo da alta gastronomia, o nome desta planta selvagem remete para ambientes ribeirinhos. Está a ser cultivada a norte da povoação da Figueira, no concelho de Portimão. À frente da produção está o biólogo Ricardo Coelho, 30 anos,...