Bruno Filipe Pires

  • 90 por cento da população algarvia com fibra ótica da Altice Portugal até ao final de 2019

    barlavento: Como é que a Altice vê Portugal daqui por cinco anos? Alexandre Fonseca: Para já, vemos com muito bons olhos o crescimento económico que temos vindo a sentir nos últimos anos. Acreditamos que o país tem sustentabilidade. Mas para que essa sustentabilidade se concretize, é preciso que Portugal...
  • Casa dos cantoneiros no Barranco do Velho vai ser pérola da EN2

    Mário Luz e Liliana Sequeira, ambos arquitetos e naturais do concelho de Loulé, vivem desde 2010 em Christchurch, Nova Zelândia. Foi mesmo assim, a meio mundo de distância que viram a oportunidade de comprar uma casa no Algarve, mas não uma qualquer. Em finais de 2017 decidiram adquirir a...
  • «Preocupação obsessiva com o défice» trava Hospital Central do Algarve e investimento público na região

    barlavento: Na semana passada, foi aprovada pela AMAL, a introdução de uma taxa turística no Algarve, mesmo com a oposição de Silves. Qual é a posição do PCP? Paulo Sá: Precisamos olhar para a raiz do problema. Porque é que as autarquias no Algarve e também noutros pontos do...
  • Arte xávega de Lagos é única e precisa de ser protegida

    Há anos que é assim. Começam a chegar aos poucos, ainda o sol não raiou no horizonte. Atravessam o caminho de ferro, que acaba lá mais à frente, em Lagos, e caminham pelas dunas até ao barco. Pescadores de ocasião, são todos voluntários. Alguns já se reformaram. Outros ainda...
  • Pista da Praia Verde ganha asas todo o ano

    No terreno, já pouco ou nada restava da antigo aeródromo São Bartolomeu/Fonte, mais conhecido por pista da Praia Verde, devido à proximidade daquele areal, que neste caso, era também um ponto de referência para a aproximação das aeronaves à aterragem. Passados 22 anos sem atividade, e com algumas peripécias...
  • Desafios da Água vai ser apresentado em Tóquio

    O evento desenvolvido pela Águas do Algarve, em março, em Albufeira, será um caso de estudo em destaque no IWA World Water Congress & Exhibition 2018, em Tóquio, Japão, na próxima semana. Em entrevista ao «barlavento», Teresa Fernandes, responsável pela Comunicação e Educação Ambiental da empresa revela ainda alguns...
  • Demolição de edifício cubista causa polémica em Olhão

    Passavam poucos minutos das 9 horas de segunda-feira, 10 de setembro, e já a casa tinha ido abaixo. «Tudo indica que este edifício seria, pelo menos, do século XIX. Infelizmente, a maioria dos olhanenses ficará indiferente a mais este atentado ao património arquitetónico. Dirão que é um sinal de...
  • Ajuda Monchique apoia Geração Futura

    Até ao final deste mês, Joana Cordeiro, coordenadora da vertente cultural e educativa da plataforma cívica Ajuda Monchique, está a dinamizar o projeto Geração Futura, «um campo de férias artístico onde as artes, o meio ambiente e a educação para a cidadania são os desafios a explorar no contexto...
  • Tavira reafirma a Dieta Mediterrânica

    Em poucas palavras, será «uma festa associada ao estilo de vida mediterrânico. Um processo de desenvolvimento regional e de afirmação cultural da identidade do Algarve, e de aquilo que temos de diferenciador para divulgar», resumiu Jorge Botelho, presidente da Câmara Municipal de Tavira, durante a apresentação à imprensa da...
  • Já «chovem almôndegas» em Faro

    Se há alguém que acredita que o mundo é mesmo redondo, essa pessoa será o designer e empresário Bruno Fonseca, 40 anos. Além de (re)conhecido pelo seu trabalho criativo na empresa Triplesky, e também no mundo da moda jovem e alternativa, enquanto criador da marca Repto, Fonseca tem agora...
  • Arena de videojogos é nova atração do Festival F

    Num festival que se assume cada vez mais como um evento para famílias, não poderia deixar de estar presente «a oferta estratégica de uma experiência de gaming», segundo explica Haroldo Sato, Chief Business Develoment Officer e Head para Europa, Middle East e Asia da Motion Sphere, empresa brasileira dedicada...
  • Centro espiritual budista Karuna quer renascer das cinzas

    «Foi impossível salvar o centro. Ainda regámos os telhados com água, mas havia tantos fogos a surgir nos aglomerados de casas, que nenhum bombeiro apareceu. Estavam concentrados noutras situações. Isto aconteceu na noite de domingo, em que o fogo quase que entrou por Monchique adentro», recorda Shanti Balkrishna Fernandes,...